Artigo

A importância da Interoperabilidade…

by admin | on set 27, 2011 | No Comments

Muitos sistemas em uma grande empresa não foram desenvolvidos para serem capazes de se comunicar com outros sistemas. Eles foram desenvolvidos com interfaces, protocolos proprietários e formas de comunicação diferentes dificultando muito a integração. Para permitir que aplicações empresariais possam se comunicar, são utilizados padrões e formatos de arquivos entre os sistemas. Isso pode ser bom para algum tipo de integração pequena, mas pode ser inviável quando o número de aplicações a serem integradas se torna grande.

Para que um sistema se comunique com o outro, o integrador de sistemas teria que aprender novas tecnologias e novas Interfaces de Programação de Aplicativos (APIs) de cada sistema para que pudesse realizar a integração. Para integrar dois ou três sistemas, não haveria muito problema, porém a integração de vários sistemas seria complicada.

Estas mesmas empresas possuem sistemas novos e os chamados sistemas legados, distribuídos em um cenário de alta heterogeneidade tecnológica. Interoperabilidade é um requisito fundamental em um ambiente desses. Segundo Josuttis (2008), “interoperabilidade é a habilidade dos sistemas diferentes se comunicarem uns com os outros”.

Existem várias abordagens para construir sistemas que atendam aos requisitos da interoperabilidade. Uma delas é SOA. Na visão de SOA, a interação entre clientes e serviços fracamente acoplados demonstra ampla interoperabilidade. Esse é o objetivo desta arquitetura: interoperabilidade entre diferentes plataformas e linguagens de programação. Clientes e serviços devem se comunicar e se entender independente da plataforma. Para isso, devem usar uma forma padronizada de se comunicar. Com o advento do XML e da sua grande aceitação, os sistemas, hoje, podem ser integrados mais facilmente. Os sistemas passam a “conversar” utilizando a mesma “linguagem”.

Categories: Artigos, Principal

Comments are closed.